Sugestões para o mês: um livro, um filme e algumas saídas pelo Barlavento

Um livro

Pequenas Coisas como Estas, de Claire Keegan (Relógio d’Água, 2022)

Bill Furlong é um comerciante de carvão e pai de família numa pequena cidade irlandesa no ano de 1985. Numa manhã, ao entregar uma encomenda no convento local, Bill faz uma descoberta que o faz confrontar-se com o seu passado, os segredos do povo e o impacto do controlo da Igreja.

Esta obra, pequena de tamanho (90 páginas), é grande em conteúdo e forma: uma narrativa crua e de alta qualidade que fala de família e ternura, de hábitos humanos e desumanos e de bondade na desgraça. Um memorável livro de ficção que relembra a realidade do passado e que volta a mostrar que das pequenas coisas de uma vida aparentemente simples nasce o profundo sentimento de estar vivo e poder viver.

Um filme

Aftersun, de Charlotte Wells (2022)

Um pai e uma filha, que quase parecem irmãos e se veem pouco, passam uns dias de férias na Turquia. Ambos querem aproveitar ao máximo o pouco tempo que têm juntos, mas apesar de se subentender uma grande afinidade entre os dois, os longos dias na piscina do hotel a partilhar alegrias e aborrecimentos também destapam os efeitos da distância que os separa. Calum é um pai muito jovem e Sophie uma criança perspicaz e matura para a sua idade a descobrir a adolescência.

“Nunca sentiste que tiveste um dia incrível e depois chegas a casa e sentes-te em baixo, cansado? Como se os teus ossos não funcionassem, como se te estivesses a afundar”, diz Sophie num dos diálogos. Através de planos pensados ao detalhe e de um uso muito comedido da música, este filme independente britânico leva-nos, sem pressa, por conversas e silêncios profundos e crus entre dois bons atores, contados em retrospetiva por uma Sophie já adulta.

Agenda cultural

  • “Mercado de Culturas… à luz das velas”, no Convento de São José e ruas circundantes (Lagoa) – entre 6 e 9 de julho

A 8ª edição do “Mercado de Culturas à Luz das Velas” terá como mote as “Culturas e Rituais da Ibero-América”.

  • Mastering the Art of Growing Your Own Vegetables”, no espaço da Terra do Milho (Monchique) – dias 8 e 9 de julho

Um curso, com a duração de dois dias, sobre as necessidades básicas das plantas: luz do sol, calor, solo e água.

  • “Grand Jeté International Dance Awards”, no Auditório Carlos do Carmo (Lagoa) – entre 13 e 15 de julho

Lagoa recebe uma competição internacional de dança nas vertentes de Ballet Clássico e estilo Contemporâneo na qual participam estudantes e bailarinos dos 5 aos 25 anos.

  • “Música em Forma de Sorriso”, no Antigo Ciclo Preparatório de Lagos – 15 de julho, às 21h30

Um programa clássico a cargo da Orquestra do Algarve, conduzida por Martim Sousa Tavares.

  • “Summer Lights”, no Teatro Municipal de Portimão – 15 de julho, às 22h00

A cantora Cherry junta-se à Orquestra de Jazz do Algarve num repertório que funde linguagens do Pop, Soul e Reggae.

  • “Tango na Rua”, na Praça Infante D. Henrique (Portimão) – 16 de julho, às 20h00

Um evento onde se dança o Tango Argentino ao ar livre.

  • Workshop de pintura de azulejo, no espaço do ecoturismo Algarvianroots (Silves) – 17 de julho, às 14h00

Um workshop de pintura de azulejos na forma tradicional portuguesa, composto por uma demonstração, explicação das técnicas de execução e uma parte prática.

  • Do You Remember“, na Mexilhoeira Grande – 29 de julho, às 19h00

Uma noite à volta dos anos 80s, 90s e 2000s com os Dj’s Ana Isabel Arroja, Rúben da Cruz, Vasco Dantas e M Lopes.

  • “Artechique”, na vila de Monchique – 29 e 30 de julho, a partir das 10h00

Este ano, a XXIX Feira de Artesanato e Sabores de Monchique acontece em pleno verão, voltando a prometer dois dias repletos de “genuinidade, animação e tradição”.


  • “Teatro de Palha”, Parque Industrial da Feiteirinha (Aljezur) – entre 24 de junho e 16 de julho

A cooperativa Lavrar o Mar montou, pelo segundo ano consecutivo, um teatro efémero a céu aberto que inclui cinema, dança, música, novo circo, instalações e fotografia.

  • Exposição “Outros Mundos – Um Ano, um mês e uma semana de aventuras e fotografias”, no Centro Cultural Convento S. José (Lagoa) – entre 15 de julho e 27 de agosto

Uma exposição fotográfica da autoria de Ana Abrão que retrata a diversidade humana e resulta de uma imersão na cultura asiática.

  • Exposição “World Press Photo”, na Antiga Lota de Portimão – entre 27 de julho e 16 de agosto

Uma exposição anual com as melhores fotografias documentais e da área do fotojornalismo.

Share Button