Sucesso da ARTECHIQUE impulsiona abertura de Centro de Artes e Ofícios

O artesanato monchiquense vai estar em destaque de 2 a 5 de setembro no Largo dos Chorões, com a realização da XXII edição da ARTECHIQUE – Feira de Artesanato e Sabores de Monchique e a inauguração no dia 2, às 16h30, do Centro de Artes e Ofícios, o mais recente espaço dedicado à dinamização e promoção dos ofícios tradicionais de Monchique.
Helena Martiniano, presidente da Junta de Freguesia de Monchique, descreve esta nova sala como mais um local de realização de atividades da autarquia «que estará sempre disponível e aberto a novas propostas».

Para a Junta de Freguesia de Monchique (JFM), «o repetido sucesso da ARTECHIQUE, bem como a importância do artesanato na economia e cultura locais, justifica a abertura do Centro de Artes e Ofícios de Monchique».

«Não tem como objetivo ser uma loja de artesanato, mas um local onde se possa ver, divulgar e transmitir conhecimentos e saberes relacionados com o que de melhor e mais genuíno é produzido em Monchique» esclarece a autarca.

A primeira atividade que o Centro de Artes e Ofícios vai acolher é uma exposição de bordados, durante os três dias de feira, resultante de um atelier que decorre todas as semanas na sala polivalente da Sala de Estudo. Posteriormente, «este atelier vai passar para o centro» e há «contactos para pôr em funcionamento um atelier/workshop de costura num futuro próximo», acrescenta a autarca.

Esta nova valência da Junta de Freguesia de Monchique (JFM) teve algum investimento, segundo Helena Martiniano «dado tratar-se de um espaço arrendado. Foi ainda efetuada alguma decoração na vertente das artes e ofícios, e adquirido mobiliário, que permitirá a promoção de várias atividades». No entanto, «a aquisição permanente do espaço não está equacionada», garante.

A JFM prevê que, em parceria com os artesãos e associações locais, possam funcionar no centro, ao longo de todo o ano, uma série de atividades que incluem a realização de ateliers, workshops, ações de formação, lançamentos de livros, entre outros, sempre com o intuito de dinamização do artesanato local.