Milhos aferventados monchiquenses foram um “sucesso” em Montalegre

A serra de Monchique foi convidada a apresentar o prato de milhos aferventados na 2.ª edição do evento “Património Enogastronómico”, em Montalegre, uma iniciativa que visa celebrar a gastronomia portuguesa com confrarias gastronómicas, chefs, investigadores, produtores e empresas.

A caravana que partiu de Monchique, no dia 26 de abril, e que percorreu os quase 700 km até ao evento foi representada pela vereadora Helena Martiniano e pelo presidente da Junta de Freguesia de Monchique, José Gonçalo Silva, que foi quem recebeu o convite da parte do chef Óscar Cabral, que está a realizar uma tese de doutoramento sobre a chegada do milho à Península Ibérica e a influência deste cereal na gastronomia.

“Foi um sucesso. Os milhos foram apresentados como um dos pratos com algum destaque”, refere José Gonçalo Silva. A refeição foi confecionada por Lurdes Rosa, uma monchiquense convidada especialmente para subir também até Montalegre devido à sua experiência em preparar os milhos de forma tradicional, com feijão, batata doce e enchidos levados de propósito da serra, nomeadamente morcela, chouriça e mólho.

Durante os dois dias em que a comissão de Monchique esteve presente enquanto expositor no evento, que decorreu entre 26 e 28 de abril com um programa composto por palestras, showcookings e provas sensoriais, também foram dados a provar bolo de tacho, medronho e melosa. “Todas as quatro coisas foram muito apreciadas e elogiadas”, sublinha Helena Martiniano.

Share Button