Filme «Medronho todos os dias» vai ser apresentado em Monchique

«Unedo Omnes Dies», «Medronho todos os dias», que é também o lema da Confraria do Medronho de Monchique, dá título a um documentário realizado em Monchique por Sílvia Coelho e Paulo Cardoso, com a duração de 53 minutos e foi recentemente premiado no Festival Internacional DocLisboa. Vai ser apresentado em Monchique, no próximo dia 9 de dezembro de 2017, a partir das 19 horas, no Restaurante Teresinha, numa sessão promovida pela Apagarbe, aberta não só aos seus sócios, como a todos os interessados. Após a sessão seguir-se-á um jantar de Natal desta associação, para o qual ainda decorrem inscrições na Loja do Mel e do Medronho em Monchique.

Refira-se que este documentário tem como participantes Joaquim Valério, Joaquim Arracha, Joaquim Teixeira, José Viana, Leonilde Viana, José da Silva, José Rosendo e o Grupo Coral da Confraria do Medronho «Os Monchiqueiros». Coloca-se em destaque os saberes e experiências de vida aliados à produção da aguardente de medronho através da voz e relato dos protagonistas destiladores. Contou com os apoios da Apagarbe e das Juntas de Freguesia de Monchique e de Marmelete e capta as diferentes fases de produção, desde a colheita do fruto, entre setembro e novembro até à destila, entre janeiro e março, sem esquecer uma referência à matança do porco na parte final.

Para quem não tiver oportunidade de assistir no próximo dia 9 de dezembro, informamos que a Junta de Freguesia de Monchique vai promover mais uma apresentação em data a anunciar, no início do próximo ano.