E já vão três!

O escritor monchiquense Eduardo Duarte voltou a ver a sua escrita reconhecida pelos seus pares, ao ser um dos vencedores do concurso para a coletânea “Mens Sana”, uma iniciativa da editora Livros de Ontem em parceria com a Fundação S. João de Deus, que apoia pessoas em situação de vulnerabilidade, promovendo a saúde mental e o envelhecimento ativo.

Nesta primeira edição do concurso, o júri, constituído pelos escritores Samuel Pimenta, Maria Azenha, Miguel Miranda, Pe. António Mariano e por João Batista, editor da Livros de Ontem, selecionou oito vencedores, de um total de 70 concorrentes de vários países lusófonos, cujos trabalhos serão publicados na forma de um livro solidários de apoio aos projetos de promoção da saúde mental implementados pela Fundação S. João de Deus.

O conto “Estricnina”, de Eduardo Duarte, é um dos textos dos oitos novos talentos literários reunidos nesta coletânea, que visa a sensibilização para as questões da saúde mental e a luta contra o estigma que ainda perdura na sociedade atual.

Com este conto, são já três as coletâneas que integram textos premiados do jovem escritor monchiquense, cujo percurso literário ainda dará muito que falar.