Associação Fungo Azul apresenta em Lagos os sons e silêncios do Algarve

Esta semana, Carlos Norton, paisagista sonoro e artista sonoro da associação cultural monchiquense Fungo Azul, vai falar sobre som e património, primeiro em Castro Marim e a seguir, no dia 10, em Lagos.

Desenvolvido ao longo de mais de um ano, o ASPA – Arquivo Sonoro Paisagístico do Algarve é um dos múltiplos resultados do projeto Particular Universal, de financiamento europeu EEA Grants, que chega agora ao fim. Durante a apresentação pública, Carlos Norton apresentará alguns sons emblemáticos do concelho de Monchique, bem como toda a logística e fundamentos da construção deste vasto arquivo sonoro.

“O Som à nossa volta” é uma palestra que falará sobre o som e o silêncio, a música e as pausas, o cheio e o vazio, segundo apresenta o artista num comunicado enviado às redações. Carlos Norton irá explorar o som que nos rodeia e falar sobre a física do som, no âmbito do trabalho de investigação e artístico que tem desenvolvido na área.

Na sexta-feira, dia 10, a conversa será no Centro Ciência Viva de Lagos, pelas 18h30, no âmbito do Festival Pedra Dura. O evento é de entrada livre.

Share Button