Alunos de Monchique e Portimão vão disputar a final do “Momentos de Leitura – Concurso Municipal de Leitura em Voz Alta”

Na manhã de 11 de maio, o pequeno auditório do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão recebe a fase final da 12ª edição do “Momentos de Leitura – Concurso de Leitura em Voz Alta”, iniciativa das bibliotecas escolares e municipais de Monchique e Portimão, dedicada este ano à poesia de intervenção, no âmbito do cinquentenário da Revolução dos Cravos.

Dirigido aos quatro escalões de ensino, o concurso visa promover a leitura e desenvolver a compreensão e a expressão oral junto dos alunos, assim como atividades conjuntas entre bibliotecas escolares e agrupamentos de escolas, assinalando ao mesmo tempo o Dia Mundial da Língua Portuguesa, que se comemora a 5 de maio.

Promovido no âmbito do Grupo de Trabalho das Bibliotecas Escolares de Portimão e Monchique, em parceria com as bibliotecas municipais de ambos os concelhos, este certame também pretende estimular a relação escola/comunidade, ao mesmo tempo que os textos propostos para leitura são articulados nas metas curriculares de Português, contribuindo para o desenvolvimento do Plano Nacional de Leitura e fomentando o uso da biblioteca escolar e municipal.

A edição deste ano do concurso “Momentos de Leitura” foi dividida em três etapas, a primeira das quais decorreu até final de janeiro passado, através do apuramento por turma em cada agrupamento. Já a segunda fase, que terminou no fim de março, foi constituída pelo apuramento de cada agrupamento, a que se segue a fase municipal, em que os alunos deverão preparar a leitura de um poema de intervenção escolhido pela Biblioteca Manuel Teixeira Gomes, conforme o ciclo de escolaridade.

A terceira fase culmina na sessão de 11 de maio, com a participação de um aluno por ciclo de cada agrupamento/escola não agrupada, num total de 27 estudantes, em representação dos dois municípios aderentes.

Os professores que avaliaram os jovens concorrentes tiveram em consideração diversos critérios de seleção, entre os quais a fluência da leitura, o respeito pela pontuação/entoação, a dicção/pronúncia, a entoação, o ritmo e a expressividade, critérios que continuarão preponderantes durante a prova final.

Estão destinados prémios, na forma de cheques-oferta, para os três primeiros classificados de cada escalão (1º ciclo, 2º ciclo, 3º ciclo e secundário), enquanto os restantes intervenientes ganharão prémios de participação. Os cheques-oferta serão entregues, de forma simbólica, a todos os finalistas e trocados posteriormente por “Cartões Dá”, válidos em mais de 1100 lojas, cujo saldo pode ser utilizado na totalidade ou parcialmente, com os seguintes valores monetários: 3º lugar – 75 euros; 2º lugar – 100 euros; 1º lugar -125 euros; restantes participantes – 25 euros pela participação.

Share Button