Tempo aberto

Primavera, tempo de flores e de floreados. Flores que a natureza usa para presentear os seres humanos, antes de se tornarem frutos e renovarem os ciclos produtivos. Floreados que os poetas e os escritores usam nas suas composições para ilustrarem os espíritos dos seus semelhantes. Uma e outra situação irá produzir frutos, que alimentam as sociedades cujos níveis de desenvolvimento se medem por parâmetros que não escamoteiam a poesia e a literatura.

Disse um dia um poeta que o melhor do mundo são as crianças. Infelizmente que o mundo não é o melhor para muitas crianças mas a mensagem que queremos deixar a partir da imagem maior da capa desta edição do JM é a de que uma flor é sempre um símbolo de esperança. As mãos de uma menina que transporta, agarra e acaricia uma florzinha vai ajudar a lembrar aos adultos que o mês de abril é dedicado a alertar para a existência de maus tratos à infância.

Vejamos esta fotografia com um sentido carinhoso e de ternura mas também como um alerta racional para o que está muitas vezes próximo de nós e nem reparamos.
Livros, textos , poemas, flores , crianças, espíritos e mentes abertas. Tudo junto para chegarmos ao dia 25 e sabermos que a democracia está presente e defende todos valorizando o que temos mesmo de muito bom: as pessoas.

Vão completar-se 44 anos de mudança de regime político no nosso país. Ainda não foi atingida a maturidade em muitas áreas. No entanto, cada ano que passa a consolidação deste processo é intensificada porque há mais informação, mais amadurecimento, mais gente a saber colocar-se no papel que lhe cabe enquanto cidadão ativo. Só com esta atitude de busca de justiça e de equilíbrio social se pode celebrar sem ser em utopia a aproximação ao ideal que nos deve motivar. Nunca permitir que gente indefesa, frágil, simbolizada pelas mãos de uma criança nem possam ter a capacidade de segurar uma flor, também sensível e bela, por causa de ambientes péssimos que só dependem de quem os promove.

Que o tempo, este, nosso, agora, seja aberto e rico de flores e floreados para o melhor com que o mundo nos presenteia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *