Simulacro em duas aldeias de Portimão simulam a capacidade de resposta em caso de incêndios rurais

Duas das sete aldeias onde estão a ser implementados od programas «Aldeia Segura» e «Pessoas Seguras», em Portimão, vão ser espaço de um simulacro, amanhã, dia 7 de julho, pelas 7h30.

O simulacro pretende testar o dispositivo de resposta a incêndios rurais em Portimão, assim como os procedimentos de emergências e evacuação da população. A articulação entre o trabalho da Proteção Civil Municipal (PCM) e os Oficiais de Segurança Local vai envolver, neste treino, a participação de mais de 50 operacionais, entre membros da PCM, Bombeiros de Portimão, GNR, Sapadores Florestais e Juntas de Freguesia

Os dois incêndios simulados vão ter o seu cenário de atuação nas zonas de mato no Arão (freguesia da Mexilhoeira Grande) e no Porto de Lagos (freguesia de Portimão) que, segundo comunicado da Câmara Municipal de Portimão (CMP), «obrigarão à evacuação preventiva destas populações (às 10h30 no Arão, e pelas 11h00 no Porto de Lagos), pretendem, de igual forma, testar os percursos de evacuação e os locais de refúgio recentemente criados e identificados nos aglomerados populacionais».

Estes simulacros, primeiros dois de sete a serem realizados, sendo que todas as sete aldeias serão cenário de simulação, «o Município de Portimão termina a implementação dos seus programas ‘Aldeia Segura’, que arrancou em janeiro passado, com uma campanha massiva na defesa do espaço rural, e “Pessoas Seguras”, que arrancou em junho passado, com a apresentação oficial dos ‘Oficiais de Segurança Local’ e respetivos substitutos, e instalação de pórticos informativos e sinalização para locais de refúgio em cada aglomerado».

Os programas «Aldeia Segura» e «Pessoas Seguras» foram implementados nos aglomerados populacionais Arão, Monte Canelas, Montes de Cima, Porto de Lagos, Rasmalho, Senhora do Verde e Vale Junca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *