Silves define área de reabilitação urbana

A Câmara Municipal de Silves (CMS) aprovou, em Sessão Ordinária realizada a 29 de abril, a proposta para a delimitação da Área de Reabilitação Urbana (ARU) da cidade, com o objetivo de valorizar o espaço urbano e património edificado.

Segundo a CMS, «este delimitação traduz-se, genericamente, na definição de um conjunto de benefícios fiscais e apoios financeiros de que os proprietários de edifícios localizados dentro da ARU poderão beneficiar caso promovam a sua reabilitação urbana».

De forma a estimular a mudança do paradigma da nova construção para o da regeneração e reabilitação urbana, a autarquia pretende revitalizar o tecido económico e social da cidade e, ao mesmo tempo, dotar a região de competitividade e atratividade «para pessoas e atividades, promotor de um dinamismo com pendor na inovação e criatividade, articulando e reconhecendo a diversidade patrimonial, concretamente o seu potencial de aproveitamento, num contexto sustentável e requalificado ao nível do espaço público e das condições de habitabilidade, num quadro participado, inclusivo de justiça e coesão social».

«Este plano é um instrumento fundamental para que o município e privados possam candidatar-se a fundos comunitários do Portugal 2020, de modo a desenvolver e implementar diversas ações de regeneração e revitalização da cidade», pelo que «a sua criação reflete a importância dada pela autarquia à reabilitação urbana, vista como reflexo de uma valorização e racionalização dos recursos nas sociedades contemporâneas», acrescenta CMS.

A edilidade tem vindo a desenvolver reuniões de trabalho e de explicação acerca deste projeto junto dos atores locais, nomeadamente agentes económicos do ramo do imobiliário, entidades privadas e moradores, de forma a «envolver a população nesta ação, suportada por iniciativas públicas e privadas e reforçar a candidatura que está a ser concluída, com interesse para ambos os tipos de iniciativas», conclui. 

 A ARU de Silves compreende grande parte da cidade, estando delimitada a sul pela margem direita do Rio Arade, e a norte pela rua atrás dos mouros. A este é truncada na área do Palácio da Justiça e a oeste pelo Barranco da Caixa de Água, totalizando 89, 9 hectares.

Outras informações, nomeadamente o quadro de benefícios fiscais e outros apoios poderão ser consultados no Aviso 6280/2016, de 18 de maio, através do link http://www.cm-silves.pt/pt/menu/731/area-de-reabilitacao-urbana-de-silves.aspx.

Mapa da ARU de Silves:

9_planta delimitação de Silves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *