Projeto «Atlas de Saúde da RPMS» foi apresentado em Portimão

A Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis juntou na mesma mesa cerca de setenta políticos, de 57 municípios de norte a sul do país, numa reunião em que foi apresentado o projeto «Atlas de Saúde da RPMS», na passada sexta-feira, 5 de abril, em Portimão.

Este projeto, que pretende obter serviços especializados por parte da Universidade de Coimbra, «tem como objetivo caracterizar o estado de saúde da população e dos seus determinantes nos municípios da Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis (RPMS)», lê-se no comunicado enviado pela Câmara Municipal de Portimão.

«Pretende-se com este trabalho criar uma plataforma web, com dados georreferenciados e atualizáveis ao longo dos anos, que se constitua como ferramenta de suporte à elaboração do Perfil de Saúde Municipal e da Carta de Saúde Municipal e definição e priorização de políticas com potencial de promover a saúde», esclarece o documento.

A RPMS foi formalmente constituída a 10 de outubro de 1997 e «tem como principal missão apoiar a divulgação e implementação e desenvolvimento de Cidades Saudáveis nos municípios que pretendam assumir a promoção da saúde como uma prioridade da agenda dos decisores políticos», explica o comunicado.

O Município de Portimão aderiu à Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis a 20 de abril de 2017 sendo que, desde de dezembro de 2017, é parceiro informal do Observatório Regional da Segurança Alimentar do Algarve.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *