Praia da Amoreira vai ter Estação da Biodiversidade para preservar espécies e habitats

A partir do dia 17 de junho, a praia da Amoreira, em Aljezur, vai ter uma Estação da Biodiversidade (EBIO), de forma a preservar os habitats costeiros e a enorme variedade de espécies existentes.

Esta estação, cujo projeto é da autoria do Centro da Conservação das Borboletas de Portugal (TAGIS), consiste num percurso pedestre de 1,6 quilómetros e está localizada na área protegida do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, coincidindo com parte da Rota Vicentina, no trilho dos pescadores.

De acordo com a Câmara Municipal de Aljezur (CMA) «o principal objetivo da estação da Biodiversidade (EBIO) é o de promover a participação do público na inventariação e monitorização da biodiversidade», solicitando «aos visitantes, no início do percurso, que durante o seu passeio efetuem registos da biodiversidade através de fotografia, identifiquem as espécies presentes e partilhem as observações na plataforma www.biodiversity4all.org».

A EBIO da Praia da Amoreira tem início junto do parque de estacionamento da praia e é composta por nove painéis, onde se encontra informação científica sobre a diversidade biológica, assim como imagens e comentários sobre plantas e insetos comuns, «de forma a auxiliar a identificação e monitorização pretendida das espécies», acrescenta a autarquia.

O projeto é promovido pela CMA e conta ainda com o apoio e colaboração do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), Parque Natural Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSACV) e Rota Vicentina.

 

13_biodiversidade
Estação da Biodiversidade da Praia da Amoreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *