Ponte Velha de Silves pode ser Monumento de Interesse Público

A Ponte Velha de Silves pode ser classificada como Monumento de Interesse Público (IMP), após a abertura de procedimento de classificação ter sido publicada em Diário da República no dia 18 de fevereiro.

Segundo a Câmara Municipal de Silves (CMS), «trata-se da ponte que apresenta cinco arcos de volta perfeita, intervalados por imponentes talha-mares que suportam o tabuleiro com guardas laterais e mirante central. É construída com blocos aparelhados de arenito, apresentando atualmente uma extensão de 76m por 5,5m de largura. A mesma situa-se a sul da cidade, ligando as margens norte e sul do rio Arade, tendo atualmente função para travessia pedonal»

Tendo em conta as fontes históricas, o tipo arquitetónico e as siglas de canteiro existentes nos blocos utilizados na sua edificação, a Ponte Velha de Silves remonta ao século XIV, numa altura em que aquela era uma das mais importantes cidades do sul de Portugal. Para além de acompanhar os mais importantes momentos da evolução histórica e cultural de Silves, esta via de comunicação aparece referenciada em diversos documentos, ao longo da história, sendo a mais antiga datada de 1439, «altura em que é solicitado apoio do Rei para a reconstrução da ponte que havia caído, ficando assim consubstanciada a sua maior antiguidade», acrescenta a CMS.

«O interesse cultural do monumento engloba as vertentes arquitetónica, histórica e arqueológica, sendo elemento significativo do ponto de vista científico. É também uma edificação relevante do ponto de vista paisagístico, contendo valor de memória, antiguidade e singularidade», conclui a edilidade.

A abertura do procedimento de classificação da Ponte Velha de Silves como MIP poderá ser consultada em https://dre.pt/application/file/73642784.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *