Plataforma interativa aproxima idosos monchiquenses de familiares e amigos

A Câmara Municipal de Monchique(CMM) disponibilizou a todas as Instituições de Solidariedade Social do concelho – Santa Casa da Misericórdia de Monchique, Centro de Dia de Marmelete e Casa do Povo de Alferce -, uma solução tecnológica inovadora que ajuda os idosos institucionalizados a ultrapassarem os desafios da idade, através de uma ferramenta interativa de fácil utilização, por via do projeto “Aproximar”.

«Esta plataforma que compreende um conjunto de equipamentos associados a um sistema que pretende, entre outras funcionalidades, aproximar ainda mais os idosos institucionalizados das suas famílias e amigos, permite ao utilizador a realização de muitas atividades como jogos individuais ou em grupo, de estimulação cognitiva e física, para além de um vasto conjunto de conteúdos multimédia (música e filmes, pintura e desenho, etc.), comunicação simplificada, promoção da criatividade e até culto religioso», explica comunicado da CMM.

A aplicação foi apresentada no passado dia 26 de julho, Dia Mundial dos Avós, pretendendo «combater eficazmente a solidão e o isolamento do público sénior» . O acesso é simples, não existindo comandos ou teclados, bastando o uso do próprio corpo, sendo adaptável ao perfil físico e psicológico de cada um. Qualquer pessoa, mesmo sem saber ler ou escrever pode tirar proveito deste sistema interativo desenvolvido pela empresa SiosLife.

Rui André, presidente da Câmara Municipal de Monchique considera «muito benéfica esta plataforma, facilitando e fomentando um maior contacto com a família e amigos«, no entanto alerta que esta funcionalidade «não substitui a alegria e energia de um abraço e de uma carícia» o que é «uma realidade que marca muitos idosos que são abandonados nas instituições».

Recorde-se que o Município de Monchique desenvolve desde 2012 um Plano Estratégico para o Envelhecimento Ativo – Plano Gerontológico, estando neste momento na sua segunda edição (2016/2020). Este projeto é segundo, a CMM «mais uma forma de promover a qualidade de vida de todas as pessoas, não importando a sua idade», que pretende «transformar as barreiras tecnológicas em ferramentas de inclusão social, onde as novas tecnologias existem para ajudar as pessoas a estarem mais próximas dos seus familiares, tornando ainda mais divertido o dia a dia das instituições e dos seus utentes, facilitando também o trabalho dos cuidadores».
A plataforma disponibilizada ainda aos profissionais das instituições e aos familiares aderentes um modo de «monitorização e controlo, que permite, para além do acesso ao registo detalhado de toda a utilização, visualizar gráficos da evolução de cada utente em diversos parâmetros», conclui o comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *