Monchique integra lista dos 420 de candidatos às 7 Maravilhas Doces de Portugal

Monchique integra a lista dos 420 candidatos às 7 Maravilhas Doces de Portugal apurados para a segunda fase das 7 Maravilhas Doces de Portugal. O Algarve está representado com 21 doces.

O Painel de Especialistas votou e foram apurados 420 candidatos, dos 907 iniciais, que passaram para a segunda fase de votação, da qual sairão 140 doces que os portugueses vão votar na eliminatórias distritais, o que equivale a 7 doces por cada região autónoma e distrito. O painel é constituído por  140 personalidades, 7 de cada distrito e regiões autónomas.

Monchique concorre com o Bolo de Tacho, Branquinho, Pudim de Mel e Torta de Milho; Portimão com o Arrastão Doce d’Alvor, Doce Fino, Estrelas de Portimão, Morgado, Portimonenses, Queijo de Figo e Trilogia Algarvia; Aljezur concorre com Almofadinhas de Batata-Doce de Aljezur, Fritos de Aljezur, Pastéis de Batata-Doce de Aljezur e Torta Doce Frescura de Aljezur; Silves apresenta os doces Apólitas e Morgado Algarvio; Lagos concorre com o Dom Rodrigo; Loulé com o Folhado de Loulé; Olhão candidata-se com o Folar de Olhão e Vila Real de Santo António com o doce Janota.

Luis Segadães, presidente das 7 Maravilhas, explica que «os portugueses estão gulosos por este projeto e vemos isso enquanto o processo de votação avança. Para nós, organização, que acompanhamos o processo desde o primeiro momento é fascinante ver como a eleição vai crescendo, vai ganhando forma e se torna numa oportunidade de projeção e divulgação dos doces e das suas regiões. São centenas os doces que já se comunicaram como candidatos às 7 Maravilhas e que vêm só na candidatura uma oportunidade de serem colocados no mapa».

«A nossa doçaria é riquíssima e esta eleição comprova-o, com os dois pilares do projeto bem representados, tanto na tradição como na inovação. O papel dos especialistas é garantir a idoneidade do processo, fazendo uma pré-seleção daquilo que os portugueses vão votar. A lista de 140 doces que revelamos a 7 de maio vai ser a cereja no topo do bolo desde processo», acrescenta.

No dia 7 de maio vão ser revelados os 140 doces finalistas, que serão votados pelo público, ao longo de 20 programas que vão decorrer nos meses de julho e agosto, em daytime, na RTP. Em cada um destes programas será revelado um pré-finalista que vai integrar a lista dos semi-finalistas.

«Uma novidade desta edição é a existência de um Grande Júri, órgão de deliberação constituído por 7 figuras do espaço mediático, que será responsável pela da repescagem de 8 candidatos que se irão juntar aos 20 pré-finalistas apurados pelo público, resultando numa lista de 28 pré-finalistas», lê-se no comunicado da organização do concurso.

Os 28 pré-finalistas apurados serão divididos através de sorteio pelas duas semifinais, que estão agendadas para os dias 24 e 31 de agosto e que serão emitidas em direto pela RTP. De cada semi-final serão apurados os 7 doces que contabilizem mais votos.

A Gala Finalíssima está marcada para 7 de setembro de 2019 e contará com os 14 finalistas apurados para uma emissão em direto e horário nobre, no qual serão revelados os 7 doces portugueses como 7 Maravilhas de Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *