Márcio Marreiros vence Rali de Monchique

Márcio Marreiros venceu o Rali de Monchique, prova do Campeonato de Ralis da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), disputada entre os dias 11 e 12 de junho, na serra de Monchique.

O piloto algarvio aproveitou o facto de seis dos seus principais adversários terem sido penalizados antes da terceira especial e agarrou a liderança da prova até ao final, vencendo de forma segura.

Segundo o site ralis online, «no final das duas primeiras especiais deveria ter sido atribuído o tempo para a super-especial, – que seria disputada por ordem inversa -, nomeadamente a hora de partida provisória do parque de reagrupamento. Tal não aconteceu e a organização só veio a publicar a hora de partida pelas 20h30, que obrigava os pilotos a saírem do parque fechado minuto a minuto».

Como vários pilotos não foram informados e fizeram «as contas de dois em dois minutos, incorreram numa tremenda infração», acabando desclassificados, adianta a mesma fonte. Foi o caso de Daniel Nunes, Carlos Fernandes, Luís Mota, Fernando Teotónio, Adruzilo Lopes e Vitor Pascoal que, apesar dos esforços da organização para que continuassem na prova em «super rally», acabaram por desistir da corrida, visto que já não iriam pontuar.

Em comunicado, o Automóvel Clube do Sul (CAS), entidade organizadora do evento, explicou que tomou a decisão de penalizar aqueles pilotos por estes não terem lido os regulamentos nem «consultado o Anexo II que constava no início do roadbook, pois neste encontrava-se o mapa com a hora de saída do C.H.-1.10».

Para além de Márcio Marreiros, o pódio foi ainda ocupado por Eduardo Antunes, que venceu uma especial e consolidou o segundo lugar e por André Ferreira, que venceu as duas rodas motrizes.

No Campeonato de Iniciados, a vitória foi para Pedro Lago, ao volante de um Twingo R2, que foi também o quarto classificado da geral. Diogo Soares venceu no Challenge DS3, após desistência de Pedro Antunes devido a um problema elétrico e no Campeonato Nacional de Clássicos, o triunfo foi para Cipriano Antunes.

 

Foto de destaque: MONDEGOSPORT / RUI FONSECA

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *