Lagos, Portimão e Silves também assinalam Jornadas Europeias do Património

As Jornadas Europeias do Património 2015 terão lugar nos dias 25, 26 e 27 de setembro, este ano sob o lema «Património Industrial e Técnico».

Cerca de 40 países estão envolvidos nesta iniciativa que o Conselho da Europa e da União Europeia promove anualmente com o objectivo de sensibilizar os cidadãos para a importância da valorização do seu património cultural, através da realização de diversas iniciativas. Em Portugal, a entidade responsável pela coordenação de todas as atividades a nível nacional é a Direção Geral do Património Cultural (DGPC) que considera o tema destas Jornadas uma forma de «nos envolver a todos naquilo que está presente no nosso quotidiano e que nos foi deixado num legado que é testemunho do engenho e criatividade de gerações passadas», como fábricas, moinhos, pontes, minas, linhas de caminho de ferro, pequenas indústrias artesanais, arquivos públicos e empresariais, vilas operárias, entre outros.

No Algarve, os municípios de Lagos, Portimão e Silves vão assinalar esta efeméride com a realização de inúmeras atividades, que terão em conta as potencialidades do seu património industrial.

 

LAGOS
No Concelho de Lagos, as atividades incluem vistas guiadas, demonstrações de artes e ofícios relacionadas com o concelho e conversas sobre o seu património cultural.

Dia 25
– Das 10h00 às 11h00 – «Grão a grão se faz o pão» – Odiáxere
Visita orientada e comentada ao moinho de Odiáxere, pelo antigo moleiro José Guerreiro. A atividade pretende dar a conhecer a forma de laboração do engenho, assim como a profissão afeta a este tipo de estruturas.

– Das 17h00 às 19h00 – «Vamos conversar sobre…» – Museu Municipal de Lagos
De acordo com a Câmara Municipal de Lagos (CML), esta iniciativa «irá promover uma conversa, com troca de saberes entre os presentes, sobre os elementos patrimoniais definidos pela organização».

Dia 26
– 10h30 – «Intra e Extramuros» – Museu Municipal
Num percurso entre o Museu Municipal e o Baluarte de São Francisco, com passagem obrigatória no Forte Ponta da Bandeira, a atividade pretende dar a conhecer todo o perímetro muralhado da cidade.

Dias 25, 26 e 27
– «Dia Aberto nos Equipamentos Culturais»
O Museu Municipal de Lagos, o Forte Ponta da Bandeira e o Armazém do Espingardeiro terão entrada livre a todos os visitantes, no horário habitual de abertura ao público. (Museu e Fortaleza – 10h às 13h / 14h às 18h. Armazém do Espingardeiro -10h às 13h00 (só 25 e 26)
– Das 11h00 às 13h00 – «Ente cestos e canastras» – Moinho de Santo Amaro
João Fabião Alvelos irá fazer uma demonstração da arte de fazer empreita e apresentar as técnicas de trabalho a ela associadas.

PORTIMÃO
Em Portimão as Jornadas terão em conta as principais artes e ofícios que durante décadas fizeram parte da vida de diferentes gerações e que hoje ainda subsistem na região, nomeadamente na freguesia de Mexilhoeira Grande.

Dia 26
– Das 14h00 às 23h00 – «A Cultura sai à rua» – Adro da Igreja Matriz de Mexilhoeira Grande
Visita orientada pelas ruas da freguesia que levará os participantes a descobrir a sua história e o seu património construído. Segundo o site Viva Portimão, «também haverá uma área dedicada ao património arqueológico, edificado, etnográfico natural e imaterial da freguesia, que contemplará uma exposição do Museu de Portimão e da Junta de Freguesia da Mexilhoeira». Desta iniciativa também farão parte os jogos tradicionais, como o pião, os berlindes, as caricas, o arco e flecha, o jogo do burro, entre outros, mas também haverá espaço para «participar em oficinas de construções em taipa e adobe, pinturas com pigmentos naturais, iniciação à arqueologia, moinhos de papel, jogos ambientais, quadrados com história e cerâmica, ateliers de amassar pão e de agricultura», acrescenta a mesma página.

– 16h00 – Animação musical com os acordeonistas Lígia, Belinha, Dinis Correia e Filipe Miguel

– 18h00 – Atuação do Rancho Folclórico da Figueira

– 20h30 – Recriação da descasca do milho acompanhada pelas atuações do Grupo Coral Adágio e das concertinas dos mexilhoeirenses.

Dia 27
– Das 10h30 às 15h00 – «Conversas e memórias: da pedra à Cal» – Monumentos Megalíticos de Alcalar
Com o objetivo de dar a conhecer o modo de preparação da cal, o Museu Municipal de Portimão, em colaboração com a Misericórdia da Mexilhoeira Grande vai realizar, a partir das 10h30, uma visita comentada ao Forno de Cal do Centro de Interpretação de Alcalar. Às 12h00 está prevista, nesse mesmo espaço, «uma conversa sobre os vários usos tradicionais da cal, tendo por base uma exposição sobre o tema». A actividade irá culminar com um workshop de caiação, que terá lugar a partir das 15h00.

– 17h00 – Passeio pelos principais bairros sociais de Portimão – Museu de Portimão
As inscrições devem ser feitas para o e-mail museu@cm-portimão.pt

Durante os três dias das Jornadas, o Museu de Portimão vai associar-se ao evento e terá entrada gratuita, durante o horário de funcionamento habitual, das 10h00 às 18h00.

SILVES
O Município de Silves vai associar-se à efeméride promovendo um programa vasto de atividades que irão de correr de 25 de setembro a 30 de novembro.

Dia 25
– 18h00 – Inauguração da exposição «Traços do Património» – Torre de Menagem do Castelo
Esta mostra apresenta ao público os desenhos realizados no âmbito do Encontro Nacional de Urban Sketchers, que decorreu nos passados dias 18 e 19 de abril em Silves e SB Messines. Estará patente nesse local até 30 de novembro.

Dia 26
– Das 10h00 às 13h00 – «Passeando entre fábricas e cegonhas» – Posto de Turismo de Silves
Visita guiada e orientada por Manuel Ramos, que passará por locais como a fábrica Salvador Gomes Vilarinho, fábrica Bento Monteiro, fábrica Passarinho, casas operárias das ruas D. Paio Peres Correia e Rua Nova da Boavista, antiga sede do sindicato dos corticeiros, fábrica Rosende, casas burguesas e casa de Gregório Mascarenhas.
Inscrições em patrimoniocultural@cm-silves.pt ou através do do telefone 282 444 100.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *