«Glossário Monchiqueiro» reúne mais de uma centena de pessoas

O livro «Glossário Monchiqueiro», da autoria de Mário Duarte foi apresentado no passado dia 25 de abril, no Restaurante Fonte dos Chorões, em Monchique.

O evento, que juntou mais de uma centena de pessoas, contou com as intervenções de Mário Duarte, José Manuel Furtado, presidente de “O Monchiqueiro” – Grupo de Dinamização Cultural (GDC), Maria Alice Fernandes, docente da Universidade do Algarve (UAlg) e Rui André, presidente da Câmara Municipal de Monchique (CMM).

Na sessão de lançamento, Maria Alice Fernandes assegurou que «o livro representa a identidade linguística de Monchique e do Algarve», sendo que «o dialeto algarvioé o que está mais próximo do português medieval».

A docente durante o lançamento lançou explicou, como curiosidade que «a palavra Monchique deriva do árabe, de Mont Saquir (Monte Sagrado), isto é, o ponto que guardava o Promontório Sagrado, pelo que o nome aparece referenciado em várias obras árabes».

Para o autor, que afirmou «amar a sua terra, é um orgulho deixar este registo do passado aos meus descendentes».

No mesmo evento, Rui André considerou que «uma terra sem cultura que não respeita o passado, não tem futuro». Para o edil «tudo o que aqui acontece é mágico e não somos só o topo do Algarve, mas também o topo das emoções», sendo este livro um «registo para o futuro de um património só nosso».

Esta publicação, que expõe os saberes e os costumes da serra de Monchique através de palavras e expressões típicas da região, constitui o segundo volume da coleção DiAmantes da Terra, editada pela Associação «O Monchiqueiro» – (GDC).