«Galeria em Festa» propõe reabertura da Casa do Povo

O projeto «Galeria em Festa» terminou, no passado dia 9 de agosto, com uma performance criada pelas formadoras e pelos quase 30 meninos e meninas, dos 6 aos 15 anos, que participaram durante duas semanas no campo de férias.

Joana Cordeiro, responsável pelo projeto, admitiu que «foi uma experiência fantástica» e que «foi um privilégio muito grande trabalhar com meninos tão motivados e com tantas capacidades a nível artístico por desenvolver».

Durante estes 15 dias de trabalho os participantes foram convidados a visitar vários locais de Monchique, como o espaço da Casa do Povo, bem como a terem contacto com associações locais, nomeadamente, com «O Monchiqueiro» – Grupo de Dinamização Cultural, a Associação «A Nossa Terra» ou a Associação dos Artesãos e Artistas Profissionais de Monchique. Joana Cordeiro assume que estas entidades «tiveram uma presença fundamental no campo de férias».

O objetivo principal do projeto «Galeria em Festa» era a construção de uma performance que fosse, de certa forma, «baseada no Ano Internacional dos Solos e no Ano Europeu para o Desenvolvimento que se estão a comemorar em 2015». Como tal, «todas as atividades foram direcionadas para a construção deste manifesto artístico», adianta Joana Cordeiro. No entanto, a nível local «o nosso ponto de intervenção foi a reabertura da Casa do Povo», já que a «manifestação artística final foi sobre a importância da criação de um espaço cultural para a região», acrescenta.

Para o futuro, Joana Cordeiro prevê a realização de outros campos de férias, mantendo a equipa de trabalho sólida criada neste e lançando convite a artistas de outras áreas, «no fundo para os meninos terem oportunidade de aprender coisas novas com pessoas diferentes».

«A minha perspetiva é lutar para que este projeto se desenvolva e continue aqui em Monchique, e estou confiante que com o apoio do Município, da Freguesia de Monchique e com a continuação da candidatura ao programa de apoio às artes da Direção Regional da Cultura do Algarve, todos juntos vamos conseguir fazer mais campos de férias, incluindo noutras alturas do ano».

No final, Joana Cordeiro, confessa que ganhou «muito conhecimento, muitos sorrisos, muito à-vontade e principalmente, muito amor».

Autor: Lúcia Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *