Estudante português vence concurso Hall of FameLab 2015 em Londres

Pedro Ferreira, estudante de doutoramento no Centro Champalimaud em Lisboa, foi o vencedor do prestigiado concurso de comunicação de ciência pela sua apresentação acerca da neuroquímica da monogamia e poligamia. Esta é a primeira vez que um investigador Português vence um concurso FameLab internacional.

O concurso deste ano do Hall of FameLab aconteceu no dia 25 de setembro, no Museu de História Natural em Londres e teve como anfitrião Quentin Cooper, apresentador do programa de ciência com mais ouvintes no Reino Unido. Do painel de jurados fez parte o Professor Sir Mark Wolport, Conselheiro Académico Principal do governo britânico.

O FameLab é um dos concursos de comunicação de ciência mais importantes do mundo, onde os investigadores são desafiados a apresentar conceitos científicos complexos, de forma clara e em apenas 3 minutos. Um desafio formidável para qualquer cientista.

Os sete participantes internacionais eram vencedores ou finalistas do concurso FameLab do seu país, deste ano ou de anos anteriores. Segundo Pedro Ferreira, participar neste concurso foi bastante emocionante, “estar em palco entre este grupo de excelentes comunicadores de ciência foi um pouco aterrador, mas ao mesmo tempo extraordinário.”

Na sua apresentação vencedora, intitulada Darwin on Dating, Pedro conseguiu, com humor e de forma entusiasta e eficiente, descrever como determinadas diferenças neuroquímicas podem produzir comportamentos completamente opostos em duas espécies de roedores relacionadas – uma espécie que forma pares para toda a vida e uma outra que é poligâmica. A competição pode ser visionada online aqui: http://www.britishcouncil.org/education/science/events/hall-of-famelab2015 (a apresentação de Pedro começa ao minuto 50:24’).

De acordo com Pedro Ferreira, participar no FameLab foi uma experiência formativa. “Comecei por me focar em identificar os aspetos principais da mensagem científica que queria passar. E aprendi ainda como ser objetivo e simultaneamente divertido, sem perder a fundamentação e credibilidade científicas. ”

Estas capacidades irão, sem dúvida, ajudá-lo em apresentações futuras acerca do seu próprio trabalho de investigação, relacionado com os mecanismos moleculares que regulam a expressão genética no sistema de recompensa do cérebro e o seu impacto no comportamento de procura de recompensa.

O Hall of FameLab foi organizado pela equipa do British Council Science como parte do Science Uncovered do Museu de História Natural, membro oficial da (pan-Europeia e financiada pela União Europeia) Noite dos Investigadores.

© 2015 – Ciência na Imprensa Regional / Ciência Viva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *