Escavações no Sítio Arqueológico do Cerro do Castelo de Alferce

Entre os dias 14 e 26 de agosto de 2017 foi realizada uma intervenção arqueológica no Cerro do Castelo de Alferce. Basicamente esta intervenção consistiu na realização de duas sondagens arqueológicas de diagnóstico, designadamente junto à face interna do segundo recinto amuralhado que define uma área intramuros associada ao reduto superior (alcácer islâmico) e, também, na plataforma situada a oeste da fortificação islâmica – que contém vestígios arqueológicos enquadráveis na Pré-história Recente. A concretização desta intervenção permitiu, entre outras coisas, avaliar o potencial estratigráfico e arqueológico de duas zonas distintas do arqueossítio que nunca tinham sido arqueologicamente intervencionadas e, também, aprofundar o conhecimento sobre a arquitetura da fortificação islâmica que coroa este cerro. Os materiais arqueológicos exumados encontram-se em fase de estudo, contudo é possível adiantar que na sondagem arqueológica realizada na plataforma “pré-histórica” foram recolhidos diversos fragmentos cerâmicos enquadráveis na Idade do Bronze (II milénio a.C.), todavia não se detetaram estruturas arqueológicas nesta sondagem. Por sua vez, na sondagem arqueológica efetuada no extremo noroeste da área definida pelo segundo recinto amuralhado colocou-se a descoberto a face interna da muralha (que apresenta cerca de um metro de altura conservada) e constatou-se que nessa zona a muralha inflete para sul, ou seja, é espectável que se prolongue até ao canto noroeste do alcácer – possivelmente este segmento amuralhado descoberto terá um formato pentagonal. Nesta sondagem detetou-se um nível de destruição (provavelmente atribuído ao período omíada) e recolheram-se muitos fragmentos cerâmicos, em alguns casos fragmentos articulados e pertencentes aos mesmos recipientes. Os resultados desta intervenção foram surpreendentes e permitirão planear com maior rigor a estratégia da próxima campanha de escavações arqueológicas neste emblemático local. Por último, salienta-se que no dia 26 de agosto foi concretizado o “dia aberto à população” que englobou uma visita guiada ao arqueossítio, em especial às duas sondagens arqueológicas de diagnóstico, e a realização de uma tiborna na área intramuros do Castelo de Alferce.

 

Legenda foto: Pormenor da curvatura do segundo recinto amuralhado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *