Diário da Agricultura e Pescas – 20 de novembro de 2019

Encontra-se aberto o prazo de candidatura aos apoios a pequenos investimentos na exploração agrícola, investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas, diversificação de atividades na exploração agrícola e cadeias curtas de comercialização.

A associação Vicentina, com sede em Bensafrim, e entidade gestora do programa Leader, que contempla apoios do Programa de Desenvolvimento Rural, informa que até ao próximo dia 20 de Dezembro podem ser apresentadas candidaturas aos apoios para pequenos investimentos na exploração agrícola, investimentos na transformação e comercialização de produtos agrícolas, diversificação de atividades na exploração agrícola e cadeias curtas de comercialização.

 

APOIOS A PEQUENOS INVESTIMENTOS NA EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA – são admitidas candidaturas com valor de investimento entre 100 e 40 mil euros para aquisição de equipamentos e máquinas, tais como tratores e melhoramento e aumento da eficiência dos recursos, como os sistemas de rega. Os investimentos na pecuária, excepto a compra de animais também são abrangidos, tais como equipamentos ou construções, de que são exemplo Sala de Ordenha, Ovil/Capril, Fossa, Vedação, Silo, Cancela, Alimentador Leite, Agitador de Fossa, Tanque para Leite, Colmeias, Extrator, Alça, Núcleo, entre outros.

 

INVESTIMENTOS NA TRANSFORMAÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS AGRÍCOLAS – são admitidas candidaturas com valor de investimento entre 10 mil e 200 mil euros para aquisição de equipamentos e máquinas para capacitarem ou melhorar a sua atividade ou também para dar inico à actividade de transformação e comercialização de produtos agrícolas.
Investimentos que contribuam para a melhoria energética das unidades agroindustriais também são passiveis de financiamento
Sectores passiveis de financiamento: Azeite, Vinho, Horticultura, Fruticultura, Leite e Produtos Lácteos, Cereais, Ovos, Aves, Carnes e Cunicultura.

 

DIVERSIFICAÇÃO DE ATIVIDADES NA EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA – são admitidas candidaturas com valor de investimento entre 10 mil e 200 mil euros para realização em investimentos no desenvolvimento de outra atividade dentro da sua exploração.
São apoiadas também outras atividades e que pretendam realizar investimentos para aumentar a rentabilidade dessas atividades. Setores passiveis de Financiamento: Turismo, Indústrias Alimentares, Serviços de Recreação e Lazer, Indústria de Bebidas, Comércio a Retalho, Indústrias Transformadoras, Restauração e Similares, entre outros.

CADEIAS CURTAS DE COMERCIALIZAÇÃO – tem o objetivo de promover o contacto direto entre o produtor e o consumidor, contribuindo para o escoamento da produção local, a preservação dos produtos e especialidades locais, a diminuição dos desperdícios alimentares, bem como a melhoria da dieta alimentar através do acesso a produtos da época, frescos e de qualidade, fomentando a confiança entre produtor e consumidor. São apoiados investimentos entre 5 mil e 50 mil euros para armazenamento, transporte e aquisição de pequenas estruturas de venda, Ações de sensibilização e educação para consumidores ou outro público-alvo, Desenvolvimento de plataformas eletrónicas e materiais promocionais, Ações de promoção e sensibilização para a comercialização de proximidade junto de núcleos urbanos que permitam escoar e valorizar a promoção local, Deslocações dos produtores aos mercados.

 

*Artigo publicado em parceria com a Rádio Foia. O programa «Diário da Agricultura e Pescas» está no ar de segunda a sexta-feira às 7h00 e às 21h00

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *