Covid-19: Monchique sujeito a restrições de risco elevado, apesar de ter atualmente três casos ativos

O concelho de Monchique tem, atualmente, três casos ativos de covid-19, anunciou Rui André, presidente da Câmara Municipal de Monchique. O mais recente foi detetado ontem, dia 9 de dezembro, na freguesia de Monchique.

“Vários contactos deste caso já foram testados, de forma a controlar rapidamente esta eventual cadeia de contágio”, esclarece o autarca, que adianta que dois, dos três infetados, estão hospitalizados “devido a outras comorbilidades”.

Desde as 0h00 de ontem, dia 9 de dezembro, que Monchique tem de cumprir as medidas impostas pelo governo, dado que o grau de incidência no concelho foi considerado de risco elevado, devido aos casos ativos entre os dias 19 de novembro e 2 de dezembro. Assim, fica proibida a circulação na via pública, todos os dias da semana, das 23h00 às 5h00; os estabelecimentos comerciais terão de encerrar às 22h00 e os restaurantes e equipamentos culturais às 22h30. Por último, o teletrabalho deve ser privilegiado, quando possível.

Rui André caracteriza estas medidas como “absurdas e desadequadas da nossa realidade” no entanto, salienta a importância de “neste período em que estaremos naquele nível de risco, fazermos tudo o que estiver ao nosso alcance para, com responsabilidade, regressarmos ao nível moderado na próxima avaliação”.

As imposições respeitantes ao risco elevado vão ser revistas pelo governo no próximo dia 18 de dezembro. Segundo o edil, “o nosso concelho apresentava” ontem, “um grau de incidência de 78.8/100.000 habitantes”, o que o coloca em risco moderado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *