Covid-19: Duas novas cadeias de transmissão foram detetadas em Monchique

Os casos ativos de covid-19 no concelho de Monchique continuam a subir. Hoje, dia 21 de novembro, foram detetados mais cinco novos casos que se juntam aos nove anteriormente registados, totalizando 14. Rui André explica que estes novos casos são “resultantes de dois novos focos de infeção, não relacionados com a cadeia de transmissão inicial” do pré-escolar do Parque Escolar de São Pedro.

“Dois destes casos estão relacionados com o ‘caso isolado’ que já tinha dado conhecimento e diz respeito aos restantes elementos do seu agregado familiar”, já a “outra nova cadeia, cuja origem se encontra identificada, atinge, para já, três pessoas de três agregados familiares diferentes, mas pertencentes à mesma família, tendo os restantes contactos próximos sido testados hoje”, esclarece o presidente da Câmara Municipal de Monchique.

“A autoridade de saúde local encontra-se a realizar os respetivos inquéritos epidemiológicos e a rastrear as eventuais cadeias de transmissão destas duas novas cadeias. Ao todo, juntam-se estes cinco novos casos ao já existente perfazendo seis”, adianta o autarca.

A cadeia resultante do surto do pré-escolar do Parque Escolar de São Pedro “que atingiu até agora 8 casos (três agregados familiares com duas pessoas e mais duas pessoas isoladas) parece não apresentar novidades, uma vez que todos os testes realizados, incluindo crianças, funcionários do município, educadoras e professores, entre outros contactos, tiveram resultado negativo”, adianta o autarca.

Assim, “o nosso concelho apresenta hoje 14 casos positivos, estando um vasto número de pessoas sem isolamento profilático que devem cumprir as orientações das autoridades de saúde, a quem endereço um abraço de coragem e resiliência”, acrescenta.

Tendo em atenção que estão a ser realizados mais testes “de forma a controlar eventuais cadeias de contágio”, Rui André prevê que “a situação poderá agravar-se nos próximos dias”. Apela, por isso, “ao empenho de todos para que possamos continuar a cumprir as regras e a nos proteger-nos e a proteger a nossa comunidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *