Classic Endurance Racing espera dar espetáculo no AIA

epois de Vallenlunga-Classic, Spa-Classic, Grand Priz de ‘Age d’Or, Monza-Classic e Dix Mille Tours em Le Castellet, o Classic Endurance Rancig sairá para a pista, pela sexta e última vez, no Algarve Classic Festival nos dias 23, 24 e 25 de outubro, dividido em duas categorias: o CER 1 e o CER 2.

Em destaque na lista de inscritos da Classic Endurance 1 (CER 1) estão dez Lola-Chevrolet T70 nas versões spyder e coupé, destinada a carros de sport e protótipos entre 1966 e 1971. Os portugueses Miguel Amaral, Carlos Tavares e Pedro Macedo Silva estão entre os inscritos, bem como o brasileiro Carlos Monteverde, o britânico Gary Pearson e o belga Mark Devis.

Contudo, os V8 americanos terão de competir contra os ágeis carros do grupo 6, com o motor FVC 1790 da Cosworth. Martin O’Connel/Andrew Kurkaldy (Chevron B19) e Marco Ponpocini (Lola T 212) serão os principais oponentes, incluindo os veteranos das 24 horas de Le Mans, Bernard Thuner, Jonh Sheldon e Lionel Robert.

Relativamente aos carros, «as estrelas serão os Ford GT40 e F3L, Alfa Romeo 33, Porsche 911 RSR, Ferrari Daytona, De Tomaso Pantera e o ex-Chris Amon Elva BMW MK8 de Gabriel e Dion Kremer». adianta o Autódromo Internacional do Algarve (AIA) em comunicado. No entanto, a equipa Kremer, pai e filho, terá de enfrentar o grupo de Chevron B8 e B16, um deles dispondo do estrondoso motor rotativo da Mazda.

Quanto ao campeonato Classic Endurance Racing 2 (CER 2) vai estar marcado pelos motores DFV, para carros que correram nos anos 70. O português Carlos Barbot guiará um Lola T 280, enfrentando a oposição de Dominique Guinat também em Lola, mas do modelo T 286. Philip Scemama (Lola T290), Carlos Monteverde/ Gary Pearson (Lola T292) e Yve Scemama em Toj SC304 estarão nos restantes carros com motores V8.

«Os melhores 2 litros, que lhes farão oposição, incluem Tony Sinclar no Lola-BDG T292, no ex-carro de Chris Craft, que foi campeão europeu em 1973. Em carro idêntico, mas com motor BMW M-12, estarão Frederique da Rocha e Manuel Monteiro. Os Chevron B36 de Claude Le Jean/ Lucian Rossiaud e de Paul Gibson / Chris Ward e ainda o March 75S de Doug Hart completam o lote dos favoritos nesta classe», destaca o AIA .

Por último, um carro que o AIA afirma «que não poderemos esquecer é o sensacional Porsche 935 do piloto grego Kriton Lendoudes, que partilha o monstro alemão com o antigo piloto da Fórmula 3000, o algarvio Rui Águas».

 

Foto: Nelson Inácio (2014)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *