Madalena Victorino: «temos o desejo de nos entrelaçar no tecido cultural, social e natural dos sítios onde estamos a trabalhar»

O Lavrar o Mar já iniciou mais uma temporada. Este ano dedicado ao elemento Terra, pretende trazer até Monchique e Aljezur os contos de fadas, o medronho, a pesca do bacalhau e um fim de ano em grande. Prometem-se estruturas inovadoras de público, dança, música, novo circo, mais espaços de espetáculo e muitas surpresas e desconstruções de ideias que nos levam ao imaginário onde coelhos, maçãs, princesas, se viram ao contrário, guitarras que são chão, performances que são comida e caminhadas que são teatro. Tudo para ver e participar até ao início de 2020. O Jornal de Monchique foi falar com Madalena Victorino, uma das diretoras artísticas e responsável pela programação, para tentar perceber o que podemos esperar des 4.ª edição do Lavrar o Mar.

Ler mais