Castro Mendes: «o Algarve tem de se virar mais para o investimento no interior e no património»

O ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes, em visita ao Castelo de Paderne, em Albufeira, ontem, dia 10 de setembro, afirmou que «o Algarve tem de se virar mais para o investimento no interior e no património».

Durante a visita, de acordo com a  Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve), «Castro Mendes sublinhou que é o interior da região e o seu património histórico que servem cada vez mais como fator de atratividade para os turistas e que estabelece a distinção para as outras regiões do mundo».

A Torre Albarrã do Castelo de Paderne, que remonta ao século XII, foi requalificada numa intervenção apoiada pelo «Programa Operacional Regional CRESC ALGARVE 2020, resultante duma candidatura com investimento elegível de 591 mil euros, sendo cofinanciada com 354 mil euros, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional».

O presidente da CCDR Algarve, Francisco Serra, ressaltou que «os investimentos na área cultural apoiados pelo CRESC ALGARVE 2020, para termos uma ideia de grandeza, são na ordem de 12 milhões de euros, dos quais cerca de 5 milhões com o apoio do FEDER», desde o arranque do atual ciclo de fundos comunitários do Portugal 2020. Através da CCDR Algarve «também estão ainda disponíveis verbas do Orçamento de Estado para apoio a equipamentos culturais, religiosos, desportivos e recreativos».

Quanto ao processo de reabilitação, esta vai ter uma segunda fase, em princípios de 2019, cujo objetivo visa a recuperação da muralha nascente do castelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *