Câmara de Monchique aprova Voto de Pesar pela morte de Mário Soares

A Câmara Municipal de Monchique aprovou um Voto de Pesar pela morte do ex-Presidente da República, Mário Soares, que faleceu no passado dia 7 de janeiro, aos 92 anos, em Lisboa.

Em comunicado, a autarquia refere que foi «a perda de um homem que fará eternamente parte da História de Portugal, figura principal da História da Democracia».

O mesmo comunicado adianta que Mário Soares «foi um homem a quem o país ficará reconhecido, porque muito para além das suas convicções, da sua ideologia e do seu pensamento político, o país ficará a dever-lhe seguramente momentos históricos, destacando-se os valores da Liberdade e da consolidação da Democracia  nos anos 70, a entrada na Comunidade Económica Europeia nos anos 80 e a Presidência do país nos anos 90. Três décadas marcantes da contemporaneidade, cujo marco indelével, para sempre, será associado ao nome de Mário Soares».

Mário Soares foi fundador do PS (Partido Socialista), ministro dos Negócios Estrangeiros entre 1974 e 1975, foi ainda primeiro-ministro, o primeiro a ser eleito democraticamente em Portugal e Presidente da República entre 1986 e 1996.

 

Imagem: Município de Monchique

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *