Atletas apadrinham árvores em Monchique na 2.ª edição do ALUT

A prova desportiva ALUT – Algarviana Ultra Trail, que promete mostrar o que «o Algarve tem de mais genuíno», vai decorrer de 29 de novembro a 2 de dezembro. Ao todo são 72 horas, cerca de 300 quilómetros e um sobe e desce pelas Serras do Caldeirão, Espinhaço de Cão e Monchique, para mostrar uma região de «praia e de serra, de pesca e de caça, modernidade e tradição». Este ano será a sua segunda edição.

Esta prova vai ser delimitada pelo percurso da Via Algarviana, que é mantida pela Associação Almargem, e vai colaborar com a organização do ALUT.

Parte do percurso passa pelo concelho de Monchique, o mais afetado pelo incêndio de agosto de 2018, «no entanto, com o mesmo espírito de missão e resiliência dos antepassados que aqui viveram desde a antiguidade, a organização vê aqui uma oportunidade única para contribuir de forma ativa com a reconstrução das zonas afetadas», avança a organização em comunicado. Será realizado «um conjunto de atividades de sensibilização, estando previstas ações de reflorestação e tertúlias que pretendem debater o impacto dos incêndios na região e o papel que devem ter as organizações de eventos como o ALUT».

Para Anabela Santos, da Associação Almargem, estes eventos «podem ser uma mais-valia para grandes rotas como a Via Algarviana, quando articulados com as suas entidades gestoras e promotoras, já que é necessário ter em atenção o conceito de cada projeto e todos os eventos organizados devem respeitá-lo e ter em consideração as suas características e especificidades».

Bruno Rodrigues, membro da organização do ALUT, reforça que após a primeira edição da prova «muitos dos que participaram e as suas famílias mostram-se admirados e satisfeitos por terem conhecido o outro Algarve, que está afastado das praias, que continua autêntico, genuíno e com uma grande riqueza cultural e paisagística».

Ainda que a participação esteja limitada a 100 pessoas, a Associação Almargem «irá organizar caminhadas no sentido oposto da prova para que todos os que se deslocarem ao ALUT possam desfrutar da Via Algarviana», avança a organização que convida «todos, atletas, familiares, amigos, apoiantes e tantos quantos queiram conhecer um Algarve de cultura, história e natureza».

«Uma prova de atletas para atletas» diz Germano Magalhães, também da organização. «Enquanto organizadores gostamos de refletir no ALUT as nossas melhores experiências enquanto atletas. Gostamos que sejam conhecidos e tratados pelo nome e não pelo número do dorsal», continua. «O ALUT não é uma corrida, é uma viagem. Uma viagem interior, pelo interior. Nada disto é compatível com um evento de massas».

Esta prova é organizada pela ATR –Associação Algarve Trail Running, com o apoio da RTA –Região de Turismo do Algarve, da ANA –Aeroportos de Portugal e da Associação Almargem. O regulamento pode ser consultado aqui.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *