Assembleia Municipal de Monchique aprova moção de censura (c/ documentos em anexo)

A 2.ª reunião da sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Monchique realizou-se, ontem, dia 2 de fevereiro, após ter sido adiada no dia 26 de janeiro, data da 1.ª reunião, por terminado o tempo regulamentar, não tendo sido possível a discussão e votação do ponto «Debate do estado do concelho de Monchique» – votação de moção.

Assim, ontem, foi apresentado o documento «O estado do concelho – 7 anos de executivo municipal PSD» pelo Partido Socialista e restante oposição, tendo sido aprovado por maioria, com 10 votos favoráveis, sendo 8 votos dos membros do PS, 1 voto do membro da CDU e 1 outro voto do membro do MI, e 7 votos contra dos membros do PPD/PSD .

Atendendo à aprovação por parte da oposição desta moção de censura ao executivo municipal, o PSD apresentou uma declaração de voto.

Na 1.ª reunião da sessão extraordinária desta assembleia, foram discutidos e aprovados, por unanimidade, dois votos de congratulação – «Reabertura do Tribunal de Monchique» e «António Guterres – Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas»; um voto de pesar – «Mário Soares – Liberdade, Democracia, Justiça Social e Humanismo» e as moções «Em defesa do novo Hospital Central do Algarve» e «Reversão do Centro Hospitalar do Algarve EPE – Urgente! Os algarvios têm direito a uma saúde pública condigna».

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *