António Manuel Venda apresenta novo livro amanhã em Monchique

O livro «1968» do escritor monchiquense António Manuel Venda vai ser apresentado, amanhã, dia 8 de julho, pelas 21 horas, no quintal da Junta de Freguesia de Monchique, pelo Padre Pedro Manuel, seguindo-se uma sessão de autógrafos e uma prova de gastronomia local.

A narrativa de «1968» começa há quase meio século, pelo fim de uma manhã de fevereiro. Estamos em Monchique, vila-sede do concelho algarvio com o mesmo nome, bem na serra também com o mesmo nome e à qual o autor, António Manuel Venda, se refere por vezes como Serra dos Dois Dinossauros Adormecidos, pela imagem que duas montanhas – a Fóia e a Picota – lhe trazem quando vistas de longe.

«1968» tem muitas histórias. Um menino corre pelos campos em redor da casa da sua avó materna. Um adolescente chega à faculdade sem grande preparação para as surpresas de Lisboa. Um homem escreve livros e chamam-lhe «jovem escritor», por mais que passem os anos. Em registo de crónica, atravessa-se a vida de alguém que avisa, citando José Maria Eça de Queiroz: «Eu não tenho história, sou como a República do Vale de Andorra.»

A obra é editada pela On y va, criada em maio de 2017 e o lançamento foi realizado no passado dia 29 de junho, em Lisboa.

 

7 - 1968 capa final

 

Foto de destaque: António Manuel Venda  (Foto: João Andrés)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *