AMAL formaliza candidatura para adaptação às alterações climáticas

A Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) submeteu, no passado dia 30 de abril, uma candidatura ao EEA Grants, através do projeto AwK – Adaptation with Knowledge, Climate Change, enquanto entidade promotora do Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas (PIAAC).

O EEA Grants é o Mecanismo Financeiro Plurianual através do qual a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega apoiam financeiramente os Estados membros da União Europeia com maiores desvios da média europeia do PIB per capita, como é o caso de Portugal.

O projeto AwK tem como principal missão «alterar comportamentos, gradual e progressivamente, de forma a melhorar a capacidade de adaptação da população às alterações climáticas», explica a AMAL.

Através dele, a entidade «propõe capacitar equipas técnicas municipais para a implementação de estratégias nos seus territórios, bem como envolver a sociedade nos desafios ambientais que se colocam atualmente. Ou seja, estimular a ação individual e coletiva, ao informar e consciencializar cidadãos, comunidades e turistas sobre as consequências das alterações climáticas previstas no Algarve, sensibilizando-os para a necessidade de mudanças de comportamentos», acrescenta.

O projeto AwK vai decorrer de julho de 2020 a junho de 2022, sendo parceiros da AMAL a Região de Turismo do Algarve (RTA) e The Norwegian Association of Local and Regional Authorities (KS).

A AMAL salienta ainda que, no âmbito da execução do PIAAC, «é também uma das entidades que integram o grupo de trabalho para a elaboração do Plano Regional de Eficiência Hídrica do Algarve, sendo o principal foco a adoção de estratégias para otimizar o consumo de água, recurso essencial na região».

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *