Aguardente de medronho resultante do «Reviver Tradições» vai ser apresentada em Monchique

No âmbito do projeto “Reviver Tradições”, desenvolvido em parceria com a Santa Casa da Misericórdia e com a Câmara Municipal de Monchique que reúne várias gerações na colheita do medronho, será dado a conhecer, no próximo dia 21 de setembro, o produto final resultante da destilação deste fruto.

A aguardente de medronho foi produzida a partir dos mais de 270kg de medronho colhidos pela comunidade local durante a realização desta ação em 2017 e 2018, na propriedade “Águas Alves”, em Monchique, e será agora oficialmente apresentada por ocasião das celebrações da Santa Casa da Misericórdia de Monchique.

Inserida no âmbito da política de responsabilidade social da The Navigator Company, o projeto “Reviver Tradições” reuniu, ao longo das duas últimas edições, vários seniores e colaboradores da Santa Casa da Misericórdia, na sua maioria naturais da zona de Monchique, permitindo-lhes num só dia reviver a tradição da colheita de medronho na floresta, tendo o fruto sido encaminhado, depois de colhido, para o processo de fermentação, destilação e produção de aguardente.

Ao longo das duas edições, esta iniciativa contou com a participação de mais de 50 pessoas, que partilharam com as gerações mais novas a sua experiência na colheita deste fruto.

Este ano, a The Navigator Company dará continuidade à ação de colheita de medronho, como já vem sendo hábito, estando prevista a sua realização em outubro/novembro. A propriedade “Águas Alves”, em Monchique, pertence ao património florestal da The Navigator Company, sendo os medronheiros uma espécie que existe em elevada abundância nesta região do país.

 

Foto: Nelson Inácio ©

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *