Água de Monchique tem nova imagem e projeto para forte plano de crescimento

 

A Sociedade da Água de Monchique (SAM) anunciou um investimento de 8,5 milhões de euros que irá permitir duplicar a capacidade de engarrafamento da produção e, assim, poder disputar a liderança do mercado das águas minerais em Portugal.

“Há três grandes vetores que nos orientaram ao longo deste processo: inovação, sustentabilidade e diferenciação. E são estes os princípios que queremos passar para o mercado e pelos quais queremos que a nossa empresa e os nossos produtos sejam reconhecidos”, afirma Vítor Hugo Gonçalves, CEO da Sociedade da Água de Monchique, SA.

Para além do aumento da capacidade produtiva, a SAM espera com este investimento alcançar, ainda este ano, um volume de negócios na ordem dos 15 milhões de euros, atingindo uma quota de mercado de 11%, representando um crescimento de cerca de 60% relativamente a 2019.

Este investimento materializa-se na instalação de novas linhas de engarrafamento na unidade produtiva, que permitirá duplicar a capacidade de engarrafamento, passando dos 70 milhões de litros/ano para 140 milhões de litros/ano. De salientar que a empresa tinha já alcançado o máximo da sua capacidade produtiva instalada em 2017.

“Um facto que ficou a dever-se não só à evolução do mercado, mas também ao sucesso alcançado pela nossa água que tem vindo a fidelizar um número cada vez maior de consumidores a que carinhosamente chamamos Monchique Lovers”, revela o CEO.

O aumento da capacidade produtiva vai ser acompanhado pela criação de mais 10 postos de trabalho. “Atualmente, contamos com cerca de quatro dezenas de colaboradores – 90% desta força de trabalho é originária de Monchique e dos concelhos vizinhos. Este é um critério que muito valorizamos no processo de seleção e recrutamento. É mais um pequeno exemplo de como as empresas podem e devem ajudar a combater algumas das ‘assimetrias geográficas’”, destacou Vítor Hugo Gonçalves.

Para este ano, os objetivos estratégicos da empresa passam ainda pela “disputa da liderança do mercado das águas minerais em Portugal, por reforçar a solidez da empresa e por alavancar a estratégia de internacionalização da Água Monchique, nomeadamente, através do fortalecimento da presença em mercados como a China, EUA, Espanha, Médio Oriente e na Diáspora Portuguesa”, acrescenta nota de imprensa.

A internacionalização e a entrada no Canal Horeca serão dois vetores estratégicos no crescimento da empresa. “O investimento que realizamos em taras diferenciadoras, nomeadamente, na linha vidro e Sport, serão os nossos maiores trunfos para marcar a presença da Água Monchique neste canal. É também uma forma de trabalharmos a notoriedade da marca, que pretendemos que seja diferenciadora”, refere o responsável.

Vítor Hugo Gonçalves reafirma, contudo, a primazia que o mercado nacional continuará a ter no plano de investimentos. “O mercado português é e continuará a ser a nossa prioridade”, acrescenta.

 

A nova Monchique

O investimento divulgado inclui ainda o rebranding da marca e o desenvolvimento de um novo packaging, com alargamento da gama disponibilizada ao mercado em termos de tara e de materiais. A partir deste ano, e em linha com o que são as exigências do consumidor e as tendências de mercado, vai ser possível adquirir Água Monchique em embalagem de vidro (0,75 e 0,375).

Segundo Vítor Hugo Gonçalves, este reposicionamento da Água Monchique surge “da necessidade que sentimos de aproximar ainda mais a marca do consumidor e de estabelecer uma ligação ainda mais emocional. Quisemos revitalizar a marca, evidenciando as suas características distintivas. Não se trata de beber água, mas sim de beber Monchique.”

O desenho das novas garrafas Monchique assentou em dois grandes princípios: a simplicidade e a transparência. “São mais simples, sem estrias e como tal mais transparentes”, refere o responsável.

Para além da nova imagem, a marca passa ainda a disponibilizar novas taras – 0,34, 0,51 e 0,72 (Sport).

Em paralelo com o desenvolvimento das novas garrafas, foi desenhada também uma nova identidade gráfica, onde o logótipo passa a ser mais clean, com lettering mais elegante e que tal como as novas embalagens segue os princípios da simetria e do equilíbrio. Já a célebre gota – ícone distintivo da Água Monchique – assume agora um maior protagonismo, “Somos agora mais Monchique, mais ph 9,5.”

 

Novo logótipo da Água Monchique

Alinhados com a nova linguagem, os rótulos são também eles recicláveis, impressos num material transparente para transmitir a fluidez da água e a elegância da garrafa.

A nível cromático, a identidade da marca assenta na utilização da cor azul, que simboliza universalmente a água, e o grená, que é, desde há largos anos, a cor de destaque da Água Monchique, facilmente reconhecida pelas suas cápsulas.

A nova Monchique é também ela muito mais digital. Os consumidores podem a partir do início de março consultar o novo portal da marca –www.aguamonchique.pt

A Água Monchique vai lançar ainda uma aplicação móvel – APP Monchique – para iOS e Android, que disponibiliza aos utilizadores um ambicioso plano de funcionalidades inovadoras, ligadas a um estilo de vida mais saudável.

De entre as novidades disponibilizadas por esta aplicação, destaca-se o sistema de gamification de incentivo à reciclagem, onde os consumidores são desafiados a registar o momento em que reciclam as garrafas de Água Monchique e a partilhá-lo nas suas redes sociais, acompanhado pelo hashtag #ecoselfie. Este gesto vai garantir a conquista de pontos que podem posteriormente ser trocados por produtos. “Acreditamos que iremos desencadear um inovador movimento nas redes sociais que incentivará ao ato da reciclagem”, afirma Vítor Hugo Gonçalves.

A APP Monchique disponibiliza ainda a função de monitorização de consumo de água com análise de dados e respetivo histórico, um assistente virtual que sugere e aconselha o consumo de água para a manutenção de níveis de hidratação saudáveis, tendo em conta fatores como a meteorologia, a constituição física ou o estilo de vida do utilizador, entre outras potencialidades.

 

Sustentabilidade ambiental

A reorganização de toda a estrutura produtiva operada na fábrica da Água Monchique teve como pilar essencial a redução da pegada ecológica da empresa. As várias soluções de sustentabilidade ambiental implementadas vão, desde já, permitir uma redução de cerca de 15% no consumo energético, apesar da duplicação da capacidade produtiva.

A redução e a reutilização do plástico é outra das preocupações centrais nesta ‘nova era’ Monchique. A eliminação do consumo de plástico retrátil nas taras de 5 litros vai permitir que a empresa deixe de enviar para o mercado cerca de 25 toneladas de plástico de embalagem por ano.

Outra das mudanças prende-se com a redução em mais de 16% do peso do novo garrafão, o que permitirá poupar cerca de 100 toneladas de PET por ano. Outro fator relevante nesta busca pelo equilíbrio ambiental é o facto de as novas garrafas incorporarem na sua produção 30% de PET reciclado, cumprindo antecipadamente as metas europeias delineadas para 2030.

De recordar que a Sociedade da Água de Monchique integra o Pacto Português para os Plástico, através da Associação das Águas Minerais e de Nascente, e é membro cofundador do Porto Protocol, movimento no âmbito do qual a empresa adotou um conjunto de boas práticas que envolveu trocas na frota de camiões, a aquisição de veículos elétricos, renovação de toda a luminária da fábrica para sistemas LED, entre muitas outras iniciativas que permitiram ganhos enormes na redução de consumo de combustível e de emissão de CO2.

“Estamos muito envolvidos e atentos às questões da sustentabilidade ambiental. Acreditamos que a melhor abordagem ao plástico de embalagem passa pela reciclagem e, portanto, por cada um de nós, desenvolvendo uma economia circular de reaproveitamento dos materiais que a indústria agradece e está ansiosa por ter disponível”, afirma Vítor Hugo Gonçalves.

 

Quem é a Sociedade da Água de Monchique, SA?

A Sociedade da Água de Monchique, SA explora a concessão pública da água mineral de Monchique desde 16 de dezembro de 1992. Distinguida pelo segundo ano consecutivo com o estatuto de PME Excelência, é, atualmente, um dos maiores players no mercado nacional.

As instalações fabris e logísticas localizam-se nas Caldas de Monchique, no Algarve, numa área protegida superior a 50 hectares, em que a preservação dos aquíferos é o fator crítico essencial, motivando uma logística de gestão sustentável do meio ambiente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *