Adega Única doa arquivo e espólio bibliográfico ao Município de Lagoa

O protocolo para oficializar a doação dos arquivos e espólio bibliográfico das antigas adegas cooperativas de Lagoa e Lagos ao Município de Lagoa vai ser assinado na próxima quarta-feira, 14 de novembro, às 18h30. A Única –  Adega Cooperativa do Algarve é a herdeira deste património desde 2008.

Este espólio «constitui um património de inestimável valor, não apenas para a memória do concelho de Lagoa e região algarvia, mas também da maior relevância para o conhecimento da história da produção vitivinícola portuguesa da segunda metade do século XX», avança o Município de Lagoa em comunicado.

A Única é ainda detentora de um conjunto de equipamentos vinícolas, como maquinaria, alfaias agrícolas, garrafas de vinho e bebidas espirituosas da sua produção. «Trata-se de um conjunto de objetos relacionados com esta atividade económica, que serviram de base à laboração das referidas adegas e que se revestem de significante valor patrimonial no domínio da arqueologia industrial, obsoleto, face à evolução tecnológica e dos processos de fabrico, mas em razoável estado de conservação», acrescenta.

Para a salvaguarda deste património, vai ser destacada uma equipa de especialistas da autarquia. O Municiípio acredita que «esta aposta criará uma nova dinâmica na ação económica e comunicacional da adega, abrindo a oferta que a cooperativa presta aos seus clientes e público em geral ao potenciar o melhor dos vinhos que produz, mantendo viva a tradição vinícola da região», conclui.

A assinatura do protocolo será selada ao som da Orquestra de Jazz do Algarve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *