45 anos de Escutas e Guias

Os Escutas e as Guias de Monchique como carinhosamente os designamos, cumprem no próximo dia 23 de junho o 45º aniversário da sua presença oficial no concelho. Estão de parabéns e merecem todo o respeito e consideração.

Estas instituições, imperfeitas como todas as iniciativas humanas, mais simpáticas para uns e menos consideradas por outros, têm contudo o enorme mérito de inculcar princípios que não se podem descartar de ânimo leve. O problema estará muitas vezes nas dificuldades em gerir a aplicação desses objectivos.

Em situações de necessidade social, em catástrofes, em festas, eles estão presentes e respondem. Quando os referimos sabemos com o que se conta. Os responsáveis são mesmo responsáveis e regra geral é gente da comunidade que se iniciou na estrutura subindo na hierarquia e por isso mesmo com a perfeita noção da relação com o meio. Nem todas pessoas entendem a entrega e disponibilidade semana a semana, mês a mês, ano a ano, às vezes a vida toda para estas causas. Merecem, no mínimo, o nosso respeito.

O objetivo e o princípio defendidos pelos fundadores Baden Powel é o de que se deve procurar deixar o mundo um bocadinho melhor do que o encontrámos quando se chegou. Os Escutas e as Guias, em Monchique, têm contribuído para fazer jus a este princípio.  O nosso mundo não estaria tão bom e não teríamos tanta gente bem formada como a que temos se não tivessem sido lançadas aquelas sementes há quarenta e cinco anos atrás. Mesmo com todas as dificuldades de espaços e sedes, custos, fardas, comportamentos, tudo tem sido ultrapassado pela esperança, coragem, entrega e trabalho.

Parabéns e Bem Hajam!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *